30/07/2011

002 - Liberdade em Carta Aberta


Capa:
Lucarocas



Moreira, caro poeta
Eu me apartei da comadre
Mudei o rumo e a meta
Pra fugir dos pés do padre
E voltar à liberdade
De viver a mocidade
Sem a clausura da madre.
            (...)
Quando o sol me bronzeava
Na praia tive uma visão
E se os olhos esfregava
Mais parecia uma ilusão
Não tinha visto tão bela
Uma sedução de donzela
Pisando naquele chão.
         




  
 (...)
Moreira poeta amigo
Nessa minha liberdade
Sinto a falta de um abrigo
Que me dava a raridade
Do prazer do sentimento
Que de momento em momento
Eu hoje sinto saudade.

Contato:
(85) 8897-4497 (oi) 9985-7789 (tim)